html Blog do Scheinman: Dizem que essas foram ditas por advogados...

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Dizem que essas foram ditas por advogados...

Dizem que as pérolas jurídicas que se seguem, são falas que realmente vazaram das bocas de advogados no exercício de nossa nobre profissão e foram obtidas de registros oficiais dos tribunais.
Com toda a justiça aos pobres advogados aqui imortalizados como completos idiotas, o leitor deve saber que os datilógrafos transcrevem tudo o que é dito, de forma que a menor estultice fica em registro para sempre.
Na verdade, não sei se as tais "falas" são verdadeiras, mas são no mínimo engraçadas...
Aproveite e veja entre parênteses as respostas que devem ter sido imaginadas pelos que ouviram as perguntas.
(1)Foi este o mesmo nariz que você quebrou quando criança? (Como se alguém trocasse de nariz depois de adulto).
(2)Então, doutor, não é verdade que quando uma pessoa morre durante o sono, na maioria dos casos ela o faz de maneira calma e não se da conta de nada até a manha seguinte? (E na manhã seguinte ao acordar ele vai notar que está morto?)
(3)-O que aconteceu depois?-Ele me disse: Tenho que te matar porque você pode me identificar no tribunal.-E ele o matou?(O inquirido deveria responder que sim, que era um fantasma voltando do além?)
(4)-Foi você ou seu irmão que morreu na guerra? (Sem comentários!)
(5)-O filho mais jovem, o de 20 anos, quantos anos ele tem? (Talvez, uns oitocentos e cinqüenta?!)
(6)-O que significa a presença de esperma?-Significa relação consumada.-Esperma masculino? (Devia estar pensando que podia ser de um ET?!)-E o único que eu conheço.
(7)-Vou mostrar a Prova 3 e peço que reconheça a foto.-Este sou eu.-Você estava presente quando esta foto foi tirada? (Cacete! Como é burro!)
(8)-Você estava presente a este tribunal esta manhã quando fez o juramento? (Na realidade, não tenho certeza, pode ser que eu tenha algum irmão gêmeo que eu não conheço.)
(9)-Então, Sr. Alberto, como o seu casamento acabou?-Por morte.-E ele acabou pela morte de quem? (Deve ser por morte do cérebro do causídico)
(10)-Há quanto tempo você esta grávida?-Vai completar 3 meses no dia 8 de novembro.-Então, aparentemente, a data da concepção foi 8 de agosto.-Sim.-E o que você estava fazendo? (Chupando melancia e acabei engolindo um caroço, aí minha barriga inchou assim.)
(11)-Sra. Silva, a Sra. se considera emocionalmente equilibrada?-Eu era.-E quantas vezes a Sra. cometeu suicídio? (Não lembro, mas depois desta pergunta vou me matar pelo menos umas dez vezes.)
(12)-Quer dizer que, quando você voltou, você tinha saído? (Não! Eu sempre volto sem ter saído.)
(13)-Ela tinha 3 filhos, certo?-Sim.-Quantos meninos?-Nenhum.-Tinha alguma menina? (Não eram todos anjos, que não tem sexo.)
(14)-Você não sabe o que era, nem com o que se parecia, mas você pode descrever? (Não. Mas posso descrever um burro de terno e gravata, se você quiser.)
(15)-Você disse que a escada descia para o porão. Essa escada, ela também subia? (Nunca vi. Ela tinha uma mania danada de ficar só lá embaixo)
(16)-O Sr. esta qualificado a apresentar uma amostra de urina?-Sim, desde criancinha. (Este respondeu na bucha!)
(17)-O Sr. se lembra, aproximadamente, a hora em que examinou o corpo do Sr. Silva?-Foi à noite. A autópsia começou em torno das 20:30.-E o Sr. Silva estava morto naquele momento, certo?(-Não, seu panaca estúpido! Ele estava sentado na mesa tentando imaginar por que era que eu estava abrindo o peito dele com um bisturi!)
Tá aí...

Nenhum comentário: