html Blog do Scheinman: Você compraria uma cueca usada deste homem?

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Você compraria uma cueca usada deste homem?

Pois é... Realizou-se no Jockey Clube um mega-bazar com os bens arrecadados nos imóveis pertencentes ao super-traficante Juan Carlos Ramirez Abadia preso em São Paulo...
Havia de tudo, camisetas de grife por um preço de 15 a 25 reais; sapatos femininos tipo scarpin (sei lá se é assim que se escreve...) por 50 reais; cuecas Armani, Gucci, CK; uns 30 pares de tenis Nike; um monte de eletro-eletrônicos; calculadoras com pelo menos 13 dígitos e muitas cositas más... As mais de 5.000 pessoas que se acotovelavam na porta do Jockey puderam entrar no "evento" organizado pela Polícia Federal até as 14:00 hs. de hoje, quando os portões foram fechados em razão dos tumultos havidos.
Achei engraçado esse "família vende tudo do narcotráfico" e a tranqulidade dos costumers adquirindo bens usados que foram comprados pelo bandido às custas do vício - e porque não dizer, morte - de centenas de milhares de pessoas.
Tudo isso sem falar nos bens considerados "mais caros" que serão levados a leilão... Eu, definitivamente, não me sentiria bem em usar uma camisa ou sapato que pertencera ao Abadia... muito menos uma cueca!!!
Dizem as más línguas que havia uma velhinha, sentadinha num canto da mureta, do lado de fora do Jockey, cheirando uma meia sete-oitavos de seda e que tava com uma cara bem doidona, com os olhos vidradinhos... não sei se isso é verdade...
Mas, o que me causou mais estranheza de todos os bens expostos foi a coleção de peças da gatinha Hello Kitty de propriedade do traficante... A figura da gatinha, verdadeiro sucesso de vendas no mundo desde 1974, é o resultado do trabalho do designer Ikuko Shimizu para a empresa japonesa Sanrio.
Fiquei pensando se colecionar bonequinhas cor-de-rosa, amadas por meninas de 5 a 10 anos, é fruto de algum desvio de personalidade de Abadia e resolvi dar uma pesquisada no tema.
Fazendo uma busca na net, pude verificar que, segundo análise feita pela DEA, agência antidrogas dos Estados Unidos, as mais de 200 imagens da gatinha japonesa Hello Kitty, encontradas no computador do traficante, continham mensagens de texto e de voz com ordens para movimentar a cocaína entre os países e sumir com pessoas na Colômbia.
Em miúdos: realizou-se o bazar. Muita confusão pelo legado de Juan Carlos a preços baixos. Há até quem diga que os associados do elitizado clube paulistano tiveram privilégios para a primeira garimpada...
Mas lembre-se: da próxima em que vir alguém ostentando uma bela cueca Versace ou com uma mega-rendada lingerie La Perla, tais peças de estratosféricos preços e nobres materiais poderão, em outros tempos, ter pertencido à familia Abadia...
Ta aí!

Nenhum comentário: