html Blog do Scheinman: Defensores públicos pretendem parar em São Paulo

domingo, 12 de outubro de 2008

Defensores públicos pretendem parar em São Paulo

Os Defensores Públicos do Estado de São Paulo estão mobilizando a categoria para realizar uma paralisação entre os próximos dias 13 e 17 em todo o Estado.
São Paulo possui um terço dos presos do país, mas apenas 35 defensores públicos atuam na assistência ao presidiário, em todo o Estado. “São muitos os presos que já cumpriram pena ou teriam direito a benefícios previstos por lei, mas continuam lotando os presídios por falta de defesa jurídica”, diz Juliana Belloque, presidente da Associação Paulista de Defensores Públicos (APADEP).
A lei que instaurou a Defensoria Pública em São Paulo (988/06) diz que a Instituição deve ter sala própria em cada estabelecimento penal. No entanto, segundo a entidade, não há sequer um Defensor Público atuando permanentemente dentro dos presídios.
Só espero que os defensores paulistas não se esqueçam que, até em razão da importância de suas funções, não podem deixar de atender à continuidade do serviço essencial. A greve no funcionalismo não pode deixar de atentar para o interesse público. Sob pena de ilegalidade, incompatível com a função exercida.
É mais um problema à vista!!!
Tá aí.

Nenhum comentário: