html Blog do Scheinman: Palavras podem ferir...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Palavras podem ferir...

Recentemente ouvi palavras que me marcaram fundo.
Também, numa ocasião, lí que não há volta da flecha atirada, da oportunidade perdida e da palavra proferida ou escrita. E é verdade; temos que ser extremamente cuidadosos com o que dizemos ou escrevemos.
Em minhas viagens pela net, achei um belo texto, cujo autor não é mencionado, mas tomo a liberdade de utilizá-lo em minhas considerações para efeitos de reflexão.
Passei a conjecturar acerca do poder que as palavras detém e percebi que estas nunca são apenas singelas combinações de letras ou caracteres...
Palavras estão vivas e expressam muito mais do que simples noções, atos ou fatos.
Palavras têm alma e tocam a alma. Podem ferir mortalmente. Matar sentimentos.
De fato, palavras não são só palavras... Nunca.
Palavras têm forma, cor, e textura, palavras têm peso, tem cheiro e tem gosto...
Palavras têm alma e tem rosto, palavras têm vida...
Existem palavras-armas, que atiram e machucam, podem até matar. Não pessoas, mas sim sentimentos.
Palavras-agulhas, o que elas injectam faz efeitos diferentes em cada um... Ou não fazem efeito algum.
Palavras-bálsamo, se ditas na hora certa aliviam a dor.
Palavras-pastilha, ficam marcadas, coladas, para sempre.
Palavras-veludo, nunca se consegue extrair por inteiro...
Palavras-chave, que abrem qualquer porta. São as mais perigosas, nunca se sabe o que vai encontrar. Pode ser um comboio, que te atropela, um jardim, ou um local de acesso restrito...
Palavras-lenços, servem para secar lágrimas.
Palavras-borboleta, que voam, palavras-mosquito, zumbem no teu ouvido e tu não sabes de onde vem...
E, meu Deus, palavras-tumor, se retiradas a tempo não matam.
As palavras nunca são só palavras. Sim, a boca só obedece o cérebro, logo, palavras são pensamentos, de momento ou de uma vida.
Antes de sair, elas passam pela alma, pelo coração... e pela cabeça.
Cuidado com as tuas palavras, elas são tudo que eu tenho agora.
É isso.

Nenhum comentário: