html Blog do Scheinman: Escondido na Islândia, Hosmany Ramos é extraditado e chega a São Paulo escoltado por policiais

domingo, 7 de março de 2010

Escondido na Islândia, Hosmany Ramos é extraditado e chega a São Paulo escoltado por policiais

Depois de mais de seis meses de negociações com a Islândia, o ex-cirurgião Hosmany Ramos chegou neste sábado (06.03.10) a São Paulo. Escoltado por policiais federais, Hosmany ficará preso à disposição da Justiça brasileira, no Presídio de Junqueirópolis, no interior paulista. Ele foi trazido em um voo comercial da TAM oriundo de Londres. A operação foi coordenada pelo Ministério da Justiça, que informou ter encerrado sua atuação, pois a partir de agora o assunto passará a ser tratado na esfera judicial.

Preso em agosto de 2009, na Islândia, Hosmany é foragido da Justiça brasileira. No Brasil, ele foi condenado a 53 anos de prisão por homicídio, sequestro, tráfico, contrabando e roubo. Mas em 2008, ele conseguiu fugir do país e, com um passaporte falso, escapou para a Islândia.

Por 12 anos, Hosmany atuou na medicina. Foi assistente do cirurgião plástico Ivo Pitanguy e atendia a pacientes das classe A e B. Mas no começo dos anos 80, o ex-cirurgião se envolveu com o tráfico internacional de drogas, roubo de carros e joias, contrabando e até assassinatos. 

Ao deixar o Brasil, Hosmany passou pela Guiana Francesa, pelo Canadá, por alguns países europeus até desembarcar na Islândia. Ele utilizou o passaporte do irmão morto.

Irônico, ao ser preso na Islândia, elogiou o sistema penitenciário do país e desprezou o brasileiro. Ele chegou a pedir asilo político ao governo islandês, mas foi negado.

Em dezembro do ano passado, a Corte Suprema da Islândia atendeu ao pedido do governo brasileiro e autorizou a extradição de Hosmany. Mas como ele recorreu, o processo se estendeu por mais tempo.

Nenhum comentário: