html Blog do Scheinman: Ministro Eros Grau despacha na ação do mensalão

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Ministro Eros Grau despacha na ação do mensalão

Substituição provisória do relator Joaquim Barbosa, em licença médica, agiliza a oitiva de testemunhas

Para não atrasar o andamento do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, com a licença médica do ministro-relator Joaquim Barbosa, o ministro Eros Grau despachou, na condição de revisor da ação penal, determinando medidas urgentes para a oitiva de testemunhas.

O regimento interno do STF prevê a substituição do relator pelo revisor, ou pelo ministro imediato em antiguidade, em caso de impedimento eventual, quando se tratar de deliberação de medida urgente.

No último dia 4, Eros Grau determinou a expedição de cartas de ordem a juízes federais em vários Estados para tomar o depoimento de testemunhas remanescentes. Despachou também deferindo pedido de desistência de algumas testemunhas.

Em tese, o ministro substituto pode tomar decisões em um processo que não coincidam com a orientação que vem sendo dada pelo relator. No caso, contudo, Joaquim Barbosa e Eros Grau conversaram a respeito, e as determinações do revisor seguem a prioridade do relator e têm o objetivo de concluir a fase de tomada de depoimentos de testemunhas.

Em tratamento médico, Joaquim Barbosa pretende interromper a licença na próxima semana para concluir o julgamento de um caso no STF, em que atua como revisor, e relatar uma ação penal.

Nenhum comentário: