html Blog do Scheinman: Acabou a novela… Vamos ler?

domingo, 16 de janeiro de 2011

Acabou a novela… Vamos ler?

 

Pronto! Acabou a novela. Quem sabe é o momento das pessoas dedicarem um pouco de seus dias a um livro? Gosto de comparar livros e novelas a janelas. Quem vê a novela em vez de ler um bom livro é como se ficasse distante da janela, só podendo ver uma parte da paisagem...

Fiz essa observação em uma rede social e com base nela surgiu um comentário de diletos amigos no sentido de que, não obstante desejarmos ter uma vida cultural de um nível um pouco mais elevado somos obrigados a conviver em uma sociedade mediocrizada intelectualmente, em que a todo lugar, em todos os ambientes, de todos os níveis, escutamos observações sobre o lixo cultural que vem sendo despejado diariamente em nossos lares.

Pois é… Já ouviram a expressão "ouvido penico"??? Não me incomodo que as pessoas assistam o que lhes é interessante, mas só isso???

Fico realmente aborrecido em perceber que o Brasil está emburrecendo. Embora o nível de analfabetos esteja oficialmente diminuindo, observo que, de forma alarmante a ignorância está aumentando. A culpa disso é da TV, da internet, da preguiça generalizada. As pessoas têm tido menos estímulo de evoluir intelectualmente.

Quando eu era moleque, na escola, era obrigado a ler, ler, ler. Li muitos clássicos. Hoje, o que se lê? Sinopses, resenhas, tudo mastigado na internet, algumas coisas chamadas de modernas, contemporâneas, cujo conteúdo educativo ou cultural é bem questionável.

Estar "up-to-date" ou politizado não quer dizer estar rico culturalmente.

O Brasil empobreceu em sua cultura.

Sob outro viés, noto alguma evolução cultural. O cinema nacional tem melhorado, o acesso à cultura foi simplificado, mas as pessoas tem que querer crescer e, não há estímulo para isso...

O intelectual não é valorizado. O rico sim. O inteligente e culto não.

Há uma veneração ao atleta, ao bem sucedido economicamente, ao que aparece nos shows de variedades, aos ícones das colunas sociais.

O professor, o acadêmico, o titulado são quase párias na sociedade tupiniquim.

Aquilo que se realizava como saraus literários não mais existe, enquanto as "campus parties", “realities shows” o verdadeiro “mondo cane” ocupam espaços imensos na mídia.

Sei lá onde isso vai parar?

Acho importantíssimo evoluir-se tecnologicamente, mas que isso poderia ser utilizado para o crescimento cultural, mesmo que só um bocadinho, poderia...

Nenhum comentário: